Com ISO 9001, micro e pequenas conquistam um novo patamar de qualidade e competitividade

Cliente: 
Postado em 20/03/2012

Ao implementar e conseguir a certificação da norma ISO 9001, relacionada à qualidade, as micro e pequenas empresas conquistam um novo patamar de qualidade e competitividade. Quem diz isso é Igor Furniel, diretor-executivo da ISO Online (www.isoonline.com.br), consultoria virtual que permite que as empresas implementem a norma via internet, com custos reduzidos.

“A popularização da ISO 9001 é tão grande que hoje ela deixou de ser um diferencial”, observa Furniel. “Trata-se quase de uma obrigação, pois a ISO 9001 é fundamental para quem deseja participar de concorrências e licitações e é indispensável para micro e pequenos empresários que pretendem ser fornecedores de multinacionais ou grandes empresas brasileiras”, declara o executivo.

Entre os benefícios da certificação da ISO 9001 pode-se destacar o estabelecimento de processos eficazes, gestão sistematizada, objetividade, valorização da marca perante o mercado, além da redução de erros e melhoria contínua. Outro ponto a ser destacado é que, com estas melhorias, há um consequente e benéfico aumento na satisfação dos clientes.

“Conquistar a certificação representa um atestado de reconhecimento nacional e internacional à qualidade do trabalho, pois a ISO 9001 assegura boas práticas de gestão e relacionamento entre clientes e fornecedores”, declara o executivo.

 

De empresa de alta tecnologia a consultório odontológico

Com sede em Jaguariúna, interior de São Paulo, a Dataflex Tecnologia, empresa de alta tecnologia dedicada à programação de dispositivos eletrônicos, é uma das empresas que conquistou recentemente o selo ISO 9001 através da ISO Online.

“Nossos maiores e mais lucrativos clientes estão na área automotiva. E, para ser fornecedor nesta área, é preciso ter o certificado ISO 9001. É uma questão de sobrevivência. O mercado exige”, diz Márcio Grilo, sócio da empresa. “Para chegar onde queremos, precisamos do selo.”.

“O processo todo foi muito fácil, tranquilo. Não tomou muito tempo de nenhuma área da empresa, muito menos da área onde atuo, que é vendas”, afirma.

A clínica Odonto Martins, de Campinas (SP), é outra que conquistou a certificação. “No meu negócio, a padronização de procedimentos é algo muito importante. Acredito que ganhamos muito ao implementar a ISO 9001”, conta Ranieri Martins, proprietário da empresa.

Martins cita também a valorização da companhia perante o mercado. “Somos muito valorizados ao vender convênios quando dizemos que conquistarmos a certificação ISO 9001. Realmente faz diferença”, aponta.

 

Sucesso rápido

Lançado a pouco mais de dois anos, o serviço de consultoria da ISO Online alcançou um sucesso inédito. Conquistou nesse período mais de 200 clientes e o faturamento da empresa saltou de pouco mais de R$ 100 mil no primeiro ano para uma cifra que, segundo projeção da empresa, deve superar R$ 4,5 milhões em 2012.

Além da implementação da norma ISO 9001, a ISO Online também implementa atualmente a norma ISO 14001 (gestão ambiental) e os certificados PBQP-H (níveis C e D) e OHSAS.

Empresas das mais diversas áreas já concluíram a implementação, desde pequenas redes de lavanderias até indústrias químicas e têxteis, vistoria veicular, imobiliárias, clínicas médicas e outras.

 

A ISO Online

A plataforma ISO Online simplifica o processo de implementação ISO 9001, cuja implementação tradicional é feita por consultores in loco nas empresas. Com ela, a consultoria é feita 100% através do site, que tem todo o material necessário para o empresário realizar a implementação e, depois, a certificação. “A implementação de um sistema de gestão da qualidade custa caro e não é toda empresa que tem esse dinheiro em caixa disponível”, aponta Igor Furniel, diretor-executivo da empresa.

A ISO Online foi lançada em fevereiro de 2010 e implementa, atualmente, a ISO 9001 em mais de 200 empresas.  Um dos maiores diferenciais do sistema é o valor cobrado, bastante reduzido se comparado às consultorias tradicionais. Desta forma, micro e pequenas empresas passaram a buscar a certificação para conseguir uma melhor posição no mercado e buscar soluções na gestão, principalmente a de qualidade.

“Nosso primeiro desafio foi oferecer um serviço com custo reduzido, porém mantendo a mesma qualidade e procedimentos do processo tradicional. O segundo ponto era que, para isso acontecer, teríamos que transferir ao cliente o know-how, pois é ele quem vai administrar o andamento do processo. E transmitir o conhecimento sem medo, sem restrição nenhuma”, lembra Furniel.