Casa da Criança Paralítica de Campinas promove festa junina

Cliente: 
Postado em 16/06/2010

O clima frio de junho é propício para saborear comidas e bebidas quentes. Esquentar o coração ajudando a quem precisa é melhor ainda. Pensando nisso, a Casa da Criança Paralítica de Campinas promove a sua 8ª Festa Junina no dia 19 de junho, na sede da entidade.

A festa terá início a partir das 14 horas e contará com barracas de comidas e bebidas típicas, além de música e muitas brincadeiras. A entrada é gratuita e para animar ainda mais o arraiá, um bingo beneficente começará às 18 horas. Entre os prêmios duas motos e uma TV LCD. Para participar do bingo os ingressos já estão à venda na sede da entidade e custam R$ 15,00.

A arrecadação será revertida para a manutenção do atendimento às 235 crianças e jovens de 0 a 25 anos com deficiência física, de Campinas e Região. Tal atendimento se dá nas áreas de fisioterapia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, médica, odontológica, psicologia, serviço social e pedagógica, além de orientação à família.  

A Casa da Criança Paralítica de Campinas fica na rua Pedro Domingos Vitalli, 160 – Parque Itália – Campinas/ SP.  Para informações e reserva de convites ligue: (19) 2127-7230 ou acesse www.ccp.org.br. O e-mail é o ccp@ccp.org.br.

Sobre a CCP

A Casa da Criança Paralítica de Campinas é uma entidade filantrópica que tem como finalidade o atendimento de crianças portadoras de deficiência física e que, em 2009, completou 56 anos. Sob a orientação de um diretor clínico, a CCP presta serviços médicos de fisiatria, neurologia, ortopedia (clínica e cirúrgica), odontologia (ortodontia e clínica geral), serviço social, psicologia, fisioterapia, fonoaudiologia e terapia ocupacional. Na região, é a única entidade especializada em reabilitação de crianças com deficiências. 

A CCP nasceu em janeiro de 1954, por inspiração do Dr. Ernani Fonseca. O objetivo era arrecadar fundos para a construção de um pavilhão, que se destinaria para instalação de clínica para recuperação de vítimas da paralisia infantil. Na primeira assembléia geral, foi escolhida a diretoria, então denominada Sociedade Campineira de Recuperação da Criança Paralítica. Durante mais de cinco anos os associados desenvolveram várias atividades com o objetivo de arrecadar recursos financeiros. Somente em 1959 é que começaram os trabalhos de atendimento a seu público alvo. 

Em agosto de 1965, a Prefeitura Municipal de Campinas doou gleba de terreno desmembrada do Parque Itália, com 15.131,55 m2 de área. Do terreno da Casa da Criança, foi desmembrada área de 6.258,37 metros quadrados, doada à APAE de Campinas. No início da década de 70, foi inaugurada sua nova sede na Rua Pedro Domingos Vitalli nº 160, no Parque Itália, onde se localiza até os dias de hoje. 

Desde a sua fundação, a Casa da Criança Paralítica de Campinas cumpre sua missão de integrar e reintegrar, no meio social, pessoas portadoras de deficiência. Com a erradicação da poliomielite, mudou-se a origem dos problemas de saúde enfrentados pelos seus usuários. Antes eram eles decorrentes da poliomielite; agora da mielomeningocele, lesão cerebral precoce, traumas, acidentes etc. Com esta ou aquela etiologia, o cuidado com o usuário não mudou. Prevaleceu a ideia de recuperar e dar às pessoas melhores condições de vida.

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

Happy Hour Comunicação

Tel.: (19) 3294-5656

Vânia Correia – vania@happyhourcom.com.br - (19) 9112-0741

Carlos Eduardo Moura – carlos@happyhourcom.com.br – (19) 9112-8010

Felipe Camargo – felipe@happyhourcom.com.br - (19) 9610-8657