agência de comunicação

Postado em 18 de maio de 2010 por Carlos Eduardo Moura

Por que ter um serviço de assessoria de imprensa?

Porque um serviço de assessoria de imprensa dará a oportunidade de sua empresa aparecer em jornais, revistas e sites e falar, de uma só vez, para leitores e possíveis consumidores do seu produto ou serviço. É a chance de aparecer na mídia de forma positiva e sedimentar a marca entre diversos públicos.

Dito isto, elaboramos uma série de dicas práticas, que podem ajudar sua empresa no relacionamento com a imprensa.

  • Lembre-se que o jornalista não é um adversário e muito menos um amigo, com quem se pode falar de um jeito informal e sem compromisso. Por isso, fique atento à linguagem utilizada e procure ser simpático e claro nas respostas;
  • Prepare-se para uma entrevista. Faça um roteiro escrito do que falar e em qual ordem e treine antes, caso você se sinta inseguro. Lembre-se sempre de ser claro e conciso nas respostas e responder à pergunta feita;
  • É preciso estar atualizado com as novidades do setor no qual a empresa atua, para não ser surpreendido com informações novas que já são de domínio público (jornalistas procuram novidades);
  • Evite comentários pessoais ou maldosos sobre concorrentes, pois isto pode gerar constrangimentos desnecessários;
  • Esteja disponível. Não adianta contratar uma assessoria de imprensa se a fonte não tem tempo para atender às solicitações. O processo de comunicação exige, antes de tudo, tempo e dedicação. Procure sempre atender a imprensa. Por mais tola e sem importância que a solicitação seja. É a partir deste relacionamento que a empresa ficará sempre em pauta e será solicitada como fonte pelos veículos;
  • Perguntar o enfoque da matéria ao jornalista pode ser interessante para objetivar a entrevista, mas evite direcionar a entrevista e dar "dicas" ao repórter de como a matéria deveria ser (há o cuidado de soar pedante e ser visto como um mala);
  • Uma vez dada a entrevista, a informação é do jornalista e cabe a ele decidir o que será publicado. É comum entrevistas longas às vezes virarem apenas notas curtas. Faz parte da coisa, entenda...;
  • Matéria jornalística não é anúncio, que precisa de "aprovação" da fonte - por isso, jamais peça para ler a matéria ao jornalista. Caso o assunto seja muito técnico, o entrevistado pode sugerir ao jornalista ler trechos antes da publicação, para evitar erros. Mas... cuidado.

Posts anteriores

O que é assessoria de imprensa e quais os benefícios

Quem pode ter uma assessoria de imprensa

As diferenças entre assessoria de imprensa e propaganda

Como é feita a assessoria de imprensa

Postado em 13 de maio de 2010 por Carlos Eduardo Moura

Como, de fato, funciona o trabalho da assessoria de imprensa? Explicaremos, neste post, como funciona, sem censura e sem cortes (como você nunca viu na televisão brasileira)...

O que segue abaixo é um resumo de como é realizado o serviço de assessoria de imprensa. Para cada cliente ou situação, uma estratégia é elaborada e seguida.

Conhecer o negócio do cliente é fundamental

O primeiro passo para realizar um bom trabalho de assessoria de imprensa é conhecer muito bem o cliente. Isso inclui, antes de o trabalho começar pra valer, ler e compreender o máximo que puder sobre a área na qual a empresa atua.

Depois, é preciso ler mais um pouco e conversar bastante com o cliente, para realmente entender muito do negócio.

Acompanhamento do setor

O passo seguinte é ficar atento ao que acontece naquele setor, para acompanhar as pautas do momento e pescar oportunidades de o cliente aparecer na mídia. Um bom trabalho de assessoria de imprensa diferencia-se neste ponto, ao relacionar-se com jornalistas e enviar pautas adequadas e relevantes a eles. Com o passar do tempo, os jornalistas passam a procurar a assessoria de imprensa, buscando fontes para suas matérias.

Além disso, cada veículo tem critérios diferentes de seleção de assuntos e de abordagem. É importante conhecer a linha editorial de cada veículo para saber como e o que falar com cada jornalista. Por isso, este acompanhamento é fundamental para um bom trabalho de assessoria de imprensa.

Pautas e relacionamento

Os releases são o principal meio de comunicação entre os assessores de imprensa e os jornalistas de redação. Não o único, porém. Como já dissemos, o relacionamento é fundamental no negócio.

Contudo, antes da produção do release vem a reunião de pauta, que é quando discute-se o que está sendo notícia naquele momento e levanta-se assuntos pertinentes para serem trabalhados. Aqui na Happy Hour, nossa reunião de pauta acontece toda segunda e, sempre que preciso, uma nova reunião acontece na quarta ou na quinta, para acompanhamento do trabalho. Nesta reunião, definimos como iremos trabalhar cada release e como se dará o relacionamento com os jornalistas.

Um bom release e artigos opinativos

Sem um bom gancho jornalístico não há release que emplaque. O gancho jornalístico é o novo, o diferente, aquilo que dará o click na cabeça do jornalista e o fará pensar "Vou escrever uma matéria sobre isso".

Um bom release nasce de uma boa reunião de pauta, que nasce do acompanhamento de perto do setor do cliente. E, claro, o release deve cumprir sua função básica, que é trazer o maior número de informações relevantes aos jornalistas.

Outro recurso interessante é a produção de artigos para envio às editorias de opinião.

Um mailing atualizado

Ok, depois de ler muito sobre o cliente, acompanhar o setor de perto, elaborar boas pautas e releases, o passo seguinte é enviar o material aos jornalistas. Mas como isso é feito?

Citaremos mais uma vez nosso caso. Trabalhamos com o mailing de jornalistas da Maxpress, empresa pioneira e líder no fornecimento de soluções para comunicação empresarial. Desta forma, temos a certeza de que os releases serão enviados para jornalistas e e-mails válidos, com baixa taxa de contatos inválidos.

Fato muito comum (e é meio constrangedor ter de dizer isso...) em assessorias de imprensa voltadas a pequenas empresas: o mailing está desatualizado, pois ou foi adquirido uma vez e nunca mais atualizado ou foi levantado via internet.

Relacionamento e follow-up

Temos um mantra: não enviar à imprensa releases ruins, fracos de conteúdo ou que nunca seriam usados. É melhor não mandar nada a mandar material ruim. Esta postura faz com que o jornalista saiba que da Happy Hour Comunicação, por exemplo, só chegam releases e pautas boas.

Dito isto, o relacionamento que o assessor de imprensa desenvolve com jornalistas ajuda na hora de emplacar matérias ou notas em colunas. Além disso, em alguns casos se faz necessário o recurso do follow-up, no qual o assessor liga para o jornalista e trava uma conversa sobre a pauta.

De acordo com a força da pauta, pode-se "vendê-la" com exclusividade para determinado veículo.

Relatórios e mensuração

Ao final de cada ciclo de trabalho (mensal, na maioria dos casos) de assessoria de imprensa, deve-se fazer um relatório das atividades feitas: os releases enviados, as solicitações e o que foi publicado. Para empresas que dispõem de mais recursos financeiros e que conquistam mais espaços na mídia, aconselha-se um trabalho profissional de clipagem, como os serviços oferecidos pela Oficina de Clipping, por exemplo.

Posts anteriores

O que é assessoria de imprensa e quais os benefícios

Quem pode ter uma assessoria de imprensa

As diferenças entre assessoria de imprensa e propaganda

Postado em 11 de maio de 2010 por Carlos Eduardo Moura

As pessoas, de um modo geral, não sabem exatamente como funciona e como é realizado o trabalho de assessoria de imprensa. Em primeiro lugar, cabe dizer que assessoria de imprensa é diferente de propaganda ou de qualquer outra forma de publicidade paga.

A assessoria de imprensa visa conquistar mídia espontânea, isto é, gratuita. Quando enviamos um press-release para um jornal, por exemplo, o jornalista publica o que quiser, da forma que julgar mais apropriado. Já a propaganda é publicada mediante pagamento e é o cliente/agência quem publica da forma que achar mais conveniente. Simples assim.

É preciso dizer também que uma reportagem ou entrevista tem mais credibilidade do que um anúncio (propaganda). O espaço editorial não tem preço (pelo menos para os veículos sérios). Uma reportagem em um veículo sério leva consigo a credibilidade daquele veículo.

Já o anúncio não traz a credibilidade do veículo, pois o espaço foi comprado. Além disso, uma boa matéria ou entrevista em um veículo importante é capaz de alavancar negócios e trazer ganhos de imagem à empresa.

Posts anteriores
O que é assessoria de imprensa e quais os benefícios
Quem pode ter uma assessoria de imprensa

No próximo post: Como é o trabalho de assessoria de imprensa

Postado em 06 de maio de 2010 por Carlos Eduardo Moura

Afinal, quem pode ter uma assessoria de imprensa?

Este ano, recebemos alguns pedidos de envio de orçamento para os serviços de assessoria de imprensa, principalmente depois de nos cadastrarmos no Empreendemia, rede social voltada a empresas.

Muita gente tem empresa e quer ser notícia. E a velha pergunta nos é feita: vou ser notícia, vou aparecer no "Estadão", na "Folha", na "Exame", todo mundo vai fazer matéria sobre a minha empresa? Bom, a resposta, na grande maioria dos casos, é: não.

Não basta uma empresa contratar a melhor agência de assessoria de imprensa do mundo ou contratar um assessor de imprensa free-lancer e achar que vai aparecer com frequência na mídia.

Os jornalistas procuram para suas matérias empresas diferenciadas, que tenham um produto/serviço único ou notável. É por isso que, muitas vezes, temos a impressão de que só determinadas empresas aparecem na mídia. Isso se deve, em parte, ao trabalho de assessoria de imprensa feito, que potencializa a imagem da empresa na mídia, através de envio constante de releases e também do relacionamento que o assessor desenvolve com os jornalistas.

Por isso, nosso recado é curto: se sua empresa tem um serviço diferente ou diferenciado, notável, único, invista em assessoria de imprensa! (Fale com a gente ou peça uma proposta.)

(E falamos aqui tendo em vista micro, pequenas e médias empresas; assessoria de imprensa para grandes empresas é outra história.)

Leia o post anterior: O que é assessoria de imprensa e quais os benefícios

No próximo post: As diferenças entre assessoria de imprensa e propaganda

Postado em 03 de maio de 2010 por Carlos Eduardo Moura

Muita gente nos pergunta: o que minha empresa ganha ao ter uma agência de comunicação executando serviços de assessoria de imprensa? A pergunta é normal e sempre nos esforçamos muito em respondê-la, afinal, a assessoria de imprensa é nosso principal serviço (aliás, que tal uma passada em nossa página de serviços?) e pode gerar um resultado excepcional para o cliente.

Iniciamos hoje uma série de posts que falará sobre assessoria de imprensa: o que é, para quem é indicada, os benefícios, a diferença entre outros tipos de comunicação, como é feito o trabalho, quanto custa, qual o retorno etc.

No próximo post: quem pode ter uma assessoria de imprensa.

O que é e o que não é assessoria de imprensa

Em poucas palavras: a assessoria de imprensa visa conquistar mídia espontânea (gratuita) nos veículos de comunicação, através do envio de press-releases ou sugestões de pauta aos jornalistas. Cabe ao assessor de imprensa manter um bom relacionamento com jornalistas, tendo em vista colocar seu cliente no maior número de publicações possível.

Um trabalho continuado de assessoria de imprensa permitirá à empresa criar um vínculo de confiança com os veículos de comunicação e sedimentar sua imagem de forma positiva na sociedade.

Cabe dizer que assessoria de imprensa não é departamento de vendas, nem "lobista" e muito menos comprador de espaço editorial - ou seja, não há garantias que de o assessor consiga espaços na mídia.

E o que é um press-release? É um texto com caráter jornalístico, que é enviado aos jornalistas, visando sensibilizá-los sobre o assunto em destaque. O apelo de um press-release deve ser noticioso e pertinente à pauta dos veículos para o qual é enviado. (Mais à frente, discutiremos como o trabalho de assessoria de imprensa é feito.)

Benefícios da assessoria de imprensa

Como apontamos em nossa página sobre assessoria de imprensa, os principais benefícios de se contar com os serviços de assessoria de imprensa são:

  • visibilidade na imprensa (sem precisar pagar);

  • ganho de reputação e fortalecimento de marca;

  • difusão de informações positivas;

  • possível alavancagem nas vendas (abre portas para possíveis clientes que nunca ouviram falar de você);

  • e a empresa será mais encontrável nos mecanismos de busca, já que o material enviado pela assessoria é publicado em sites e portais e ficará arquivado por muito tempo.

No próximo post: quem pode ter uma assessoria de imprensa.