A contabilidade nas mídias sociais

Na última edição do jornal do Sescon Campinas, material produzido pela Happy Hour Comunicação (veja mais sobre revistas corporativas), abordamos as mídias sociais como importante ferramenta de marketing para as empresas de contabilidade.

Abaixo segue a matéria na íntegra. Para ver o arquivo em PDF: A contabilidade nas mídias sociais

Capa

A contabilidade na era da mídia social

Como sindicatos, escritórios e editoras estão utilizando a internet em busca de divulgação

Houve uma época em que conseguir informações sobre o mundo contábil era extremamente difícil. Os meios de divulgação não eram muitos, demoravam a chegar e nem sempre respondiam as dúvidas de contadores. Esse período de escassa divulgação de dados acabou.  

Na época de popularização de redes sociais como o Twitter, o Facebook e o LinkedIn, a informação surge na tela a todo momento. Mais do que isso, os sites, se bem usados, se transformam em poderosas ferramentas de marketing, que podem impulsionar negócios.

Diz o senso comum que a contabilidade é um assunto espinhoso e pesado. Nesse caso, seria difícil que redes sociais fossem uma via de publicação de informações contábeis. A realidade, porém, se encarrega de demonstrar o contrário.

Os perfis relativos à contabilidade, no Twitter, são diversos (veja quadro). Parte deles tem mais de 3 mil seguidores. É uma quantia significativa para um assunto que, embora seja cada vez mais importante nas empresas, não é popular. 

Um escritório de contabilidade em Campinas que faz uso das redes sociais com êxito é o Project Business. Para o sócio-proprietário, Antônio Carlos da Silva, “atualmente não se pode prescindir do uso desse tipo de mídia”. 

A Project Business tem um perfil no LinkedIn no qual aparecem o currículo resumido de Silva e os grupos e associações da empresa. No LinkedIn, a Project Business tem mais de 500 conexões, com outras empresas e profissionais. O perfil no site não exige que o usuário o atualize diariamente, o que facilita a manutenção.

“A contabilidade é um instrumento de gestão indispensável para qualquer empresa e o interesse pela ciência contábil é cada vez maior. Isso facilita a disseminação de informações”, afirma José Maria Chapina Alcazar, presidente do Sescon-SP.

Para Carlos Eduardo Moura, da Happy Hour Comunicação, que trabalha com comunicação corporativa e mídias sociais, os perfis de Twitter que mais se destacam são aqueles que não falam o jargão clássico. “Eles utilizam uma linguagem clara, acessível, que cria empatia com um público maior”, acredita.

Poder de influência

O poder de influência das mídias sociais tem se tornado tão grande que há profissionais que afirmam que a mídia tradicional, como jornais e revistas, se tornou ultrapassada frente a necessidades dos escritórios de contabilidade.

“Uma empresa que conte com uma agência que saiba trabalhar corretamente e com método em mídias sociais tem uma proposta mais inteligente do que a que investe em mídias tradicionais”, diz Tatiana Pezoa, da C2CBalloon, outra empresa a trabalhar com novas mídias. Para Moura, “não vale muito a pena um escritório de contabilidade investir em mídias tradicionais. É muito mais interessante a própria empresa fazer o seu próprio canal de comunicação”.

É verdade, entretanto, que, dependendo do tamanho da corporação, a mídia tradicional ainda é interessante. “As mídias tradicionais são e serão sempre eficazes”, reflete Alcazar. “Mas não se pode desprezar o poder de disseminação e de comunicação das mídias sociais, que tendem a aumentar gradualmente”, complementa.

Ferramenta de marketing

Os escritórios e sindicatos de contabilidade têm utilizado as mídias sociais também como ferramenta de marketing.

O Sescon-SP é um dos sindicatos que melhor utilizam o Facebook. São 4 perfis, cada um voltado a uma necessidade específica. O perfil da Unisescon se dirige aos cursos da universidade e o do Sescon Solidário é para ações beneficentes. Há ainda o próprio perfil do órgão e o voltado ao PQEC (Programa de Qualidade das Empresas Contábeis). 

Tanto Moura quanto Pezoa acreditam que a busca por novos clientes é uma vantagem da utilização das mídias sociais. “Mas leva-se algum tempo. Uma campanha para apresentar resultados de vendas leva até 9 meses”, afirma Pezoa. Para Moura, “o trabalho deve ser feito com persistência e olhando-se para o longo prazo. O resultado não surge do dia para a noite”. 

A Editora Portal Tributário, por exemplo, tem realizado esse trabalho com competência. “Nosso objetivo nas redes sociais é a atualização profissional de nossos clientes, que nos escrevem dizendo que obtiveram resultados com a ajuda dos perfis”, afirma a assessoria de imprensa. A editora comanda 4 perfis no Twitter (@normaslegais, @guiatrabalhista, @guiacontabil e @guiatributario) e além disso está presente no Facebook. 

Vantagens de um perfil próprio

Um escritório de contabilidade que queira ter o seu próprio perfil no Twitter ou Facebook deve ter bem claro o seu objetivo. Se souber trabalhar com as mídias, em relação a conteúdo postado ou medições de retorno, tem como iniciar o trabalho por conta própria. 

Caso contrário, o ideal é procurar uma agência de comunicação que detenha o conhecimento necessário para que um perfil não seja uma perda de tempo.

Não são poucas as vantagens de um perfil próprio em uma conta como o Facebook ou o LinkedIn. Ele permite demonstrar que a empresa detém grande conhecimento sobre o assunto com o qual trabalha, que está atualizada com as últimas notícias da área, que é confiável e sólida.

“Uma empresa de contabilidade pode ajudar empresários que estão iniciando ou responder dúvidas de empresários sobre, por exemplo, como pagar menos impostos”, afirma Moura.

Pezoa dá a dica: “As pessoas só se interessam e seguem marcas se elas agregam valor a suas vidas”. Ela recomenda que os escritórios publiquem informações sobre impostos, imposto de renda, assuntos voltados a micro e pequenas empresas, aposentadoria e dúvidas sobre registros de funcionários.

Moura também indica que não adianta criar um perfil nas redes sociais e atualizar de vez em quando. “Nesse quesito, frequência é fundamental”.

Facebook, Twitter ou LinkedIn?

A primeira escolha após a decisão de investir em mídias sociais é em relação ao site em que o perfil será feito. No caso dos escritórios de contabilidade, muitos acabam por preferir montar um perfil no Facebook, porém sem fazer atualizações constantes. O resultado, em geral, é que são poucos os seguidores e o resultado, em termos de vendas, é pífio.

Para Carlos Eduardo Moura, da Happy Hour Comunicação, o ideal talvez seja começar pelo LinkedIn ou pelo Empreendemia. O LinkedIn é a maior rede de contatos profissionais do mundo e o Empreendemia se constitui em uma rede voltada a empresas (sobretudo micro e pequenas). Depois, partir para o Facebook e o Twitter.

10 perfis para seguir no Twitter

  • @guiacontabil (contabilidade e escrituração)
  • @rfbrasil (Receita Federal do Brasil)
  • @contabilidade (contabilidade e auditoria)
  • @guiatributario (atualização tributária)
  • @RedeRNC (rede nacional de contabilidade)
  • @fipecafi (pesquisas e cursos)
  • @classecontabil (consultoria gratuita)
  • @CVMEducacional (Comissão de Valores Mobiliários)
  • @forumcontabeis (notícias sobre contabilidade)
  • @contabnatv (contabilidade na TV)

O que são mídias sociais

As mídias sociais são sites na internet que reúnem pessoas e empresas. Cada pessoa/empresa detém um perfil, que nada mais é do que uma página contendo informações sobre o seu autor. Nas mídias sociais, trocam-se informações, fotos, vídeos, mensagens e qualquer outro tipo de informação digital.

Entre os sites mais conhecidos estão o Twitter, o Facebook e o LinkedIn. Cada um deles possui uma forma de uso e um design diferenciado. O Twitter é um micro-blog (“diário”) que permite que o usuário mande textos com até 140 caracteres para seus seguidores. No Facebook, os usuários criam perfis com suas fotos e listas de preferência, trocando mensagens privadas e públicas (no caso de empresas, criam-se páginas corporativas). O LinkedIn, por sua vez, é voltado principalmente a expor perfis profissionais.

Comentários

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Por favor responda esta pergunta, como prevenção anti-spam.
Image CAPTCHA
Digite os caracteres exibidos na imagem.