Lei antifumo

Todos os bares e restaurantes precisam correr contra o tempo: a partir de 7 de agosto todos terão que se adaptar à Lei estadual antifumo.

O Ponto 1 Bar, cliente da Happy Hour Comunicação em assessoria de imprensa, não terá problemas. “Não temos escolha, portanto, já nos adaptamos às exigências da lei. Os fiscais da vigilância sanitária inclusive já passaram por aqui”, diz André Hernandez, um dos sócios ao lado de seus dois irmãos, Ademar e Alexandre, do Ponto 1, eleito o melhor boteco da cidade pela “Veja Campinas” em 2009.

Para não perder a clientela, Hernandez conta que conversa pessoalmente com os fumantes que freqüentam o bar sobre a nova lei. Mesmo assim, ele revela que cerca de 40% dos clientes resolvem ir embora por não poder fumar. “Tentamos orientá-los que essa decisão não é nossa. Apenas estamos cumprindo com a lei. Mas muitas vezes não adianta”, afirma.

Confira abaixo um resumo do que está por vir.

Não pode fumar
No interior de bares, boates, restaurantes, escolas, museus, áreas comuns de condomínios e hotéis, casas de shows, açougues, padarias, farmácias e drogarias, supermercados, shoppings, repartições públicas, hospitais e táxis.

Pode Fumar
Em casa, em áreas ao ar livre, estádios de futebol, vias públicas, nas tabacarias e em cultos religiosos, caso isso faça parte do ritual. Quartos de hotéis e pousadas, desde que ocupados por hóspedes, estão liberados.

Mais informações sobre a lei no site www.leiantifumo.sp.gov.br.

Comentários

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Por favor responda esta pergunta, como prevenção anti-spam.
Image CAPTCHA
Digite os caracteres exibidos na imagem.